No estado de graça vê-se às vezes a profunda beleza, antes inatingível, de outra pessoa. Tudo aliás, ganha uma espécie de nimbo que não é imaginário: vem do esplendor da irradiação quase matemática das coisas e das pessoas. Passa-se a sentir que tudo o que existe –pessoa ou coisa– respira e exala uma espécie de finíssimo resplendor de energia. A verdade do mundo é impalpável.
• • •
En un estado de gracia, a veces se percibe la profunda belleza inalcanzable hasta ahora, de otra persona. Y todo adquiere una especie de halo que no es imaginario: se trata del esplendor de la luz casi matemática que emana de las personas y cosas. Uno empieza a sentir que todo lo que existe, ya sea personas o cosas, respira y exhala la luz sutil de la energía. la verdad del mundo es impalpable.

Clarice Lispector 

No hay comentarios: